4 RAZÕES JOIAS SINTETICAS_post blog

A humanidade sempre foi fascinada por joias, pedras preciosas e outros minerais que acabaram se tornando muito valiosos. Em alguns casos é até  difícil diferenciar uma gema natural de uma sintética, tamanha a perfeição que apresentam.

Antes de mais nada, é preciso esclarecer que uma gema sintética não é o mesmo que gema artificial. Devido à raridade de se encontrar algumas pedras, o homem inventou um meio de criá-las artificialmente. Assim, surgiram as gemas sintéticas, que são como clones das pedras naturais e podem ser adquiridas a um custo mais baixo.

Produzidas em laboratório – o processo de produção pode demorar de 6 a 12 meses – normalmente se usa vidro, corantes e materiais plásticos na sua composição. Além de não possuírem a mesma resistência de uma pedra natural, não carregam consigo aquela mística das pedras que enfeitam rainhas e atrizes de Hollywood e, por existir a interferência do homem, não causam nenhum impacto no nosso organismo.

Mas será que vale a pena trocar uma pedra natural, que demorou milhões de anos para se formar, por uma de aparência similar, mas de qualidade inferior? Tire suas dúvidas no post de hoje.

Brilho

A principal diferença entre uma pedra natural e uma sintética está no índice de refração da luz, que nestas é mais baixo, comprometendo o brilho da pedra. Desse modo, o brilho das pedras naturais é mais vívido e muito mais belo, detalhe que deve ser levado em conta quando da escolha da joia.

Durabilidade

Ainda que a imitação seja quase perfeita, não podemos deixar de lado o fator natural. O simples fato da pedra ser natural – não passou por nenhuma interferência humana – já é decisivo na hora de optar ou não por uma pedra sintética. Esse fator carrega consigo a durabilidade, que não deve ser esquecida. Por mais que a imitação seja boa, a longevidade da gema natural é, sem dúvidas, muito maior que o de uma gema sintética.

Raridade

As pedras naturais são únicas, uma vez que passou bilhões de anos debaixo da terra até se formar. Já uma pedra sintética, devido à simplicidade na sua produção e à facilidade de ser encontrada, não pode ser considerada rara. Portanto, quando você adquire uma pedra natural, está carregando algo raríssimo e, por isso mesmo, de valor inestimável.

Energia

Não é de hoje que as pedras preciosas exercem grande influência nos nossos campos magnéticos. Desde os tempos mais remotos, a valorização delas ocorre, principalmente, pela carga energética que emanam. Acredita-se que cada pedra natural possui uma energia que beneficia determinadas áreas. Como as pedras sintéticas são produtos de laboratório, tendo sofrido a interferência do homem, essa vibração não ocorre com elas.

Percebe-se que, apesar da semelhança, as vantagens de possuir uma pedra natural são inúmeras e vão desde a aparência, como o brilho, até o misticismo imbuído. E você, qual pedra escolheria? Compartilhe sua opinião.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *