Diamantes_x

Na Idade Média ele era usado apenas por homens, até que o arquiduque Maximiliano I ofereceu à sua amada uma joia como presente de casamento. Depois disso, o diamante se tornou um símbolo do amor eterno. Em parte, devido à sua dureza, mas também pela mitologia grega que dizia que a ponta das flechas do cupido eram feitas de diamante. A partir disso, ele se tornou o melhor amigo da mulher. E, verdade seja dita: comprar pedras preciosas é sempre um bom momento para presentear ou ser presenteada com diamantes, não é mesmo?

Pensando nisso, reunimos neste artigo algumas curiosidades sobre o queridinho das apaixonadas por joias.

Resistência

O material mais duro encontrado na natureza é um mineral, o diamante. Isto é, ele é tão resistente que só pode ser riscado por outro diamante. Tamanha é a sua rigidez, que a maior parte dos diamantes extraídos é usada para perfurar e cortar outros materiais rijos na indústria.

Unicidade

Os especialistas afirmam que um diamante nunca será igual a outro, não havendo sequer chances de duas pedras terem o mesmo tamanho ou formato. Cada diamante possui características únicas e exclusivas.

Cor

Quanto mais incolor for a cor do diamante, mais ele é considerado valioso. Porém, as pedras coloridas são consideradas uma exceção. Pensando nisso, o GIA (Gemological Institute of America), que atua desde a década de 30 em pesquisas sobre o melhor entendimento de gemas, desenvolveu uma escala de classificação de diamantes que tornou-se o padrão mais adotado no mercado, conhecida como escala de gradação de cor. Ela tem seu início na letra D e término na letra Z, sendo o primeiro a constatação do diamante mais incolor.

Durabilidade

Durante muitos anos foi perpetuado um verdadeiro mito sobre o diamante. Ao comprar pedras preciosas você logo escutava que os diamantes eram eternos, não é mesmo? A verdade é que, por mais que a durabilidade dele valha o equivalente a uma vida inteira nossa, os diamantes não duram para sempre, pois o carbono definha com o tempo.

Chuva de diamantes

Netuno e Urano têm chamado a atenção de diversos cientistas e da Nasa por um fenômeno que se forma na atmosfera desses planetas, onde a pressão achata os átomos de carbono que se transformam em nuvens e terminam virando uma verdadeira chuva de diamantes. Você consegue imaginar uma chuva dessas aqui?

Brilhante e diamante

Uma dúvida muito comum para a grande maioria dos consumidores é qual a diferença entre brilhantes e diamantes. Apesar de usadas como sinônimos, as duas definições não significam a mesma coisa. A princípio pode parecer confuso, mas basta que você atente a um detalhe importante: o brilhante nada mais é do que uma lapidação específica do diamante.

Valor

O quilate, unidade de peso aplicada em diamantes e outras pedras, pode chegar a incríveis 63 mil dólares. E sabe o que é mais curioso nisso? Um quilate é equivalente a apenas 200 miligramas!

Agora conta pra gente: quando você for comprar pedras preciosas, em especial o diamante, de qual dessas dicas você vai se lembrar? Deixe o seu comentário ao final do post! Aproveite também para compartilhar as curiosidades com as suas amigas no Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *