Banner_4 (1)

Após 165 anos de peregrinação pelo mundo, o diamante Estrela do Sul, o maior e mais famoso diamante do Brasil de todos os tempos, encontra-se no momento em local incerto e não sabido. Destino ignorado. Como se sabe, os diamantes são eternos.

 

O percurso do diamante começou em 1853, em uma mina na cidade de Bagagem, em Minas Gerais. Reza a lenda que foi descoberto sobre um monte de cascalho por uma escrava de nome Rosa que, como recompensa, obteve a liberdade e uma pensão vitalícia. De rara beleza e pesando 261,24 quilates, foi vendido pelo senhor Casimiro Morais, dono da mina, por apenas 3 mil libras em valores da época.

 

Vendas e revendas conduziram a pedra à Amsterdã, onde foi adquirida por US$35 mil. Foi então que o diamante foi lapidado e reduzido a 128,48 quilates. O grau de pureza da pedra é um dos mais altos em termos da classificação internacional e seu ligeiro matiz rosa esverdeado chamou a atenção da Halphen & Associates, de Paris, que o adquiriu e batizou como Star of the South.

 

9.Star-of-the-South

 

Após ter sido exibido nas exposições mundiais de Londres, em 1862, e de Paris, em 1867, foi vendido na Índia por US$400 mil para o príncipe Mulhar Rao Gaekwad, marajá de Baroda, que o montou junto com outro diamante famoso, o English Dresden Diamond, num colar que reunia as joias da sua família.

 

93ebaf5728fcceece439320f1b262db6

 

Após décadas em posse dos opulentos marajás indianos, a família principesca, em crise, vendeu o diamante em 1999 para a firma Rustomjee Jamsetjee, de Mumbai, que em seguida o vendeu para a Maison Cartier, de Paris, em 2002.

 

Em 2004, ano em que foi considerado o 6º maior diamante do mundo, a Cartier anunciou a realização de um grande leilão, em que o Estrela do Sul seria a principal atração. Se foi ou não arrematado, nem a imprensa francesa nem a Cartier deram qualquer notícia. Desde então, ninguém sabe onde a pedra se encontra. Pode ser até que esteja em posse de um xeique do petróleo, milionário russo ou chinês.

 

Quer ficar por dentro de mais fatos curiosos do mundo das joias? Assine nossa newsletter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *