Maio é o mês das Mães!

É comum, no mundo contemporâneo, a comemoração do Dia das Mães em todo segundo domingo de maio. Essa data já se tornou sinônimo de afeto, carinho e consideração pelas genitoras. O Dia das Mães é uma data de singular importância para o mundo ocidental, sobretudo por reforçar os vínculos familiares. Mas como o segundo domingo de maio passou a ser considerado, mundialmente, como o Dia das Mães?

Desde a Idade Antiga há relatos de rituais e festivais em torno de figuras mitológicas maternas e de fenômenos como a fertilidade. Na Idade Média, havia também muitas referências a respeito da figura da Mãe, sobretudo o simbolismo judaico-cristão com as figuras de Eva e Maria. Mas foi apenas no início do século XX que as mães passaram a ter um dia oficial para serem homenageadas. A escolha da data (todo segundo domingo de maio) remete à história da americana Anna Jarvis.

Origem do Dia das Mães

annajarvispic1e1430946057106-cke

Anna Jarvis perdeu sua mãe, Ann Marie Reeves Jarvis, em maio de 1905, na cidade de Grafton, no estado da Virgínia Ocidental, Estados Unidos. Com a morte da mãe, Anna, diante do sofrimento e da dor que sentiu, decidiu organizar com a ajuda de outras moças um dia especial para homenagear todas as mães e para ensinar as crianças a importância da figura materna.

Anna e suas amigas eram ligadas à Igreja Metodista da cidade mencionada acima. Em 10 de maio de 1908, o grupo de Anna conseguiu celebrar um culto em homenagem às mães na Igreja Metodista Andrews, em Grafton. A repercussão do tema do culto logo chamou atenção de líderes locais e do então governador do estado de Virgínia Ocidental, William E. Glasscock. Glassock definiu a data de 26 de abril de 1910 como o dia oficial de comemoração em homenagem às mães.

Logo a repercussão da celebração oficial em âmbito estadual alastrou-se para outras regiões dos Estados Unidos e foi adotada também por outros governadores. Por fim, no ano de 1914, o então presidente dos EUA, Woodrow Wilson, propôs que o dia nacional das mães fosse comemorado em todo segundo domingo de maio. O importante a ser mencionado é que a decisão de Wilson foi tomada a partir de sugestão da própria Anna Jarvis, que ficou internacionalmente conhecida como patrona do Dia das Mães.

Dia das Mães no Brasil

No caso do Brasil, o Dia das Mães foi comemorado pela primeira vez em 12 de maio de 1918, na Associação Cristã de Moços de Porto Alegre. Em outros lugares, houve também outros focos de comemoração de mesmo teor, geralmente associados a instituições religiosas. Mas foi somente em 1932, durante o governo provisório de Getúlio Vargas, que o Dia das Mães passou a ser celebrado segundo o molde dos Estados Unidos, isto é, em todo segundo domingo do mês de maio.

Ser mãe não é fácil. É preciso saber cuidar e administrar toda uma família, a conciliar o trabalho com seus afazeres do lar e sua vida social. É enfrentar as dificuldades com um salto nos pés e um sorriso no rosto, sabendo que no final tudo sempre dá certo. Ser mãe é dar um amor incondicional sem esperar nada em troca, é ensinar o caminho que deve ser trilhado por seus filhos sem querer soltar de suas mãos. Ser mãe é cuidado, carinho e devoção.

E todas essas mães heroínas sabem fazer tudo isso com a graça que só uma mulher que já passou pela maternidade sabe dizer como é. É lutar todos os dias pela felicidade de seus filhos com a certeza e a calma de saber que o futuro deles reserva surpresas muito promissoras a eles. E mais do que isso: é enfrentar as batalhas do dia a dia sem perder a elegância que apenas uma mãe mulher sabe ter.

Essa é uma homenagem da ArtOuro a todas as mães que deveriam comemorar o seu dia todos os dias do ano. Feliz Dia das Mães!

Gostou desse post? Gostaria de continuar por dentro do conteúdo publicado no blog? Aproveite para assinar nossa newsletter e receber todas as nossas novidades em primeira mão no seu e-mail!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *