Muitos homens enfrentam o câncer em silêncio, quando não precisam. Essa é uma das mensagens contidas no site da Fundação Movember, que incentiva os homens a deixarem o bigode crescer durante o mês de novembro para simbolizar a mudança como uma forma deles também mudarem a maneira como “encaram” os cuidados com a própria saúde.

facebook

No exterior a campanha é chamada Movember (moustache=bigode + november=novembro). O movimento, iniciado em 2003 em um pub na Austrália, foi criado por dois jovens que encontraram 30 homens dispostos a deixar o bigode crescer como forma de divulgar a campanha do “Movember”, angariando fundos para a Fundação do Câncer de Próstata da Austrália (pCFA). Na época, a ação levou à maior doação única recebida pela fundação.

 

Hoje, o movimento é mundial, conta com mais de 5 milhões de membros em todo o mundo e cresce cada dia mais. Inclusive o bigode se tornou pouco para os participantes. Atualmente é comum o movimento No shave november (novembro sem se barbear, em tradução livre). Durante este período, os envolvidos cultivam não mais só o bigode, mas também a barba. A ideia é o máximo de pessoas usar a cor azul, o bigode e a barba para deixar os “desentendidos” curiosos do motivo e então espalhar a conscientização sobre a prevenção ao câncer de próstata através dos exames regulares.

 

Em 2008, a campanha “Um toque, um drible” foi criada pelo Instituto Lado a Lado pela Vida em parceria com a Sociedade Brasileira de Urologia. No ano de 2012, inspirados pelo Movember, o instituto passou a promover durante todo o mês de novembro ações focadas na saúde do homem. Nascia assim o Novembro Azul. A campanha ainda está crescendo por aqui, mas no ano passado foram realizadas 2200 ações oficiais em todo o país e, assim como acontece no Outubro Rosa, há a bela iluminação de pontos turísticos.

azul4

O câncer de próstata, 6⁰ tipo mais comum no mundo, ocorre principalmente em homens mais velhos. Cerca de 6 em cada 10 casos são diagnosticados em homens com mais de 65 anos, sendo raro antes dos 40. Desta forma, recomenda-se que a prevenção passe a ser feita a partir dos 45 anos se existe risco elevado para o surgimento do câncer; se não, o homem deve visitar o urologista anualmente a partir dos 50 anos e realizar o exame de toque e o PSA, principais meios para detectar a doença precocemente, quando as chances de cura são maiores e os tratamentos menos invasivos. Converse sempre com seu médico para tirar dúvidas e quebrar preconceitos. Lembre-se que a detecção precoce pode salvar a sua vida.

1a4db616dd62ba1ca0bc919bd5f9f1c1_XL

Para os homens de plantão, deixamos um recado: cuidem-se! Saúde deve vir sempre em primeiro lugar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *