gemas_1
Quem é amante de pedras preciosas sabe que o processo de lapidação delas não é nada simples. Para atingirem o modelo lindo que você encontra quando são comercializadas, elas passam por um longo processo de melhorias, conhecido também como tratamento de gemas. Nesse caso, a versão que você encontra nas principais joalherias do país já passou por muito trabalho..
Continue lendo para entender melhor o assunto e matar suas curiosidades sobre o processo!

O que é o tratamento de gemas preciosas?

gemas_2

A gema (ou pedra preciosa) é um mineral que tem brilho e coloração especial, que é valioso pela sua raridade e dureza. Antes de ser comercializado em uma joalheria, ele passa por um processo de lapidação e tratamento, que fazem com que algumas de suas propriedades físicas sejam mudadas — normalmente a cor.
O tratamento pode ser feito de diversas maneiras, sempre visando realçar a gema e melhorá-la, mas tudo isso acontece desde que não alterem a sua composição química. Ou seja, a versão que você encontra nas joalherias é a gema sem impurezas e já trabalhada.

Quais os tipos de tratamento disponíveis?

gemas_3

Agora que você sabe como acontece, deve estar se perguntando quais são os tratamentos mais comuns no mercado, não é mesmo? Veja alguns deles abaixo:

Tratamento térmico

As gemas podem mudar alguns dos seus atributos quando são muito aquecidas, melhorando sua cor natural ou até mesmo obtendo colorações diferentes. Algumas das pedras mais famosas passam por esse procedimento, como rubi, safira, ametista, e turmalina.

Branqueamento

Esse tratamento utiliza um produto químico para alterar (ou reduzir) um dos componentes da gema. Algumas gemas são branqueadas e depois novamente tingidas, ficando com um belo aspecto e tirando a aparência porosa que o branqueamento causa normalmente.
Entre as pedras comuns desse tipo de tratamento está a jade, que torna necessária a retirada de um componente marrom que deixa a gema um pouco feia. Depois do branqueamento de ácido, ela pode ficar porosa e suscetível a quebras, então é tratada com os polímeros para ter uma aparência melhor.

Tingimento

O tingimento, como o próprio nome leva a entender, tem o objetivo de mudar a cor da gema. Ele é muito usado em algumas pedras, mas a ágata e a howlita são as grandes campeãs. É claro que existem pedras naturais, mas as cores roxa, verde e azul normalmente são tingidas.

Impregnação

Como você já percebeu, pedras com um perfil mais poroso são mais comuns que a maioria das pessoas imagina. Nesse caso, algumas podem ter sua cor ou transparência melhoradas com alguns óleos incolores, resina ou cera.
A esmeralda passa por muitos tratamentos desse tipo, recebendo óleos com mais ou menos o mesmo tipo de refração. Para colocar o óleo, a gema normalmente é colocada no vácuo para a remoção de impurezas e, em seguida, ela é submetida à pressão.

Irradiação

Como falamos, a radiação pode alterar a cor e deixar a gema mais bonita. Os tratamentos podem ser feitos com raios x e raios gama. O topázio azul, as morganitas e a safira são muito submetidas a esses tratamentos. A maneira mais sensata de fazer a irradiação é com nêutrons, pois eles conferem um colorido mais forte, mas a gema fica radioativa e precisa esperar que ela se dissipe antes de comercializá-la. Há sérias instituições que realizam este tipo de procedimento respeitando todas os quesitos legais para tal.

Difusão

Esse modelo consiste na introdução de impurezas na gema, que depois é aquecida a uma alta temperatura por um tempo variável. O resultado desse tratamento é uma camada muito colorida de cor estável e o procedimento é muito usado em rubis, safiras e topázios.
Como você pode perceber, existem muitos tratamentos de gemas preciosas eficientes e que tornam as pedras ainda mais bonitas e atraentes. Assim você consegue valorizar ainda mais as joias que tanto amamos.
Se você tem alguma dúvida sobre algum dos procedimentos sobre o tratamento de gemas, deixe seu comentário no espaço abaixo!
Aproveite para baixar um de nossos e-books com dicas exclusivas!Banner Chat Sugerido 3

7 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *