Pedras preciosas não recebem este nome à toa: a dificuldade de sua extração, assim como sua rara existência no mundo mineral compete a esta espécie de pedra valores bem altos no mercado. As gemas mais valiosas são avaliadas pela sua exclusividade, cujo aspecto geralmente se revela de grande beleza e encantamento. Você sabe quais são as pedras preciosas mais caras do mundo? Confira neste artigo as 6 gemas mais concorridas do mercado e saiba o que faz delas preciosidades tão especiais.

1. Diamante Vermelho

pedras_preciosas_02

Por sua extrema raridade, a pedra preciosa conhecida por Red Diamond já protagonizou histórias de aventura dos mais cultuados filmes de Hollywood. Seu corte triangular e sua coloração intensa e vibrante fazem dela uma pedra digna de cinema, por seu aspecto deslumbrante. A pedra de origem australiana tem um valor que varia em torno de 2,5 milhões de dólares. O Diamante Vermelho é bastante utilizado como pingente de colares e também em brincos de luxo.

2. Taaffeite

pedras_preciosas_03

Segunda pedra na lista dos minerais mais bem avaliados do mercado, a Taaffeite é um mineral muito raro. Sua descoberta se deu no ano de 1945, em Dublin, com gemas já extraídas, cortadas e polidas. Na época de sua descoberta ela foi confundida com a gema de espinélio, porém depois especialistas atribuíram uma nova composição e também a dupla refração originada pela taaffeite. A pedra pode ser encontrada principalmente na Tanzania  e no Sri Lanka.

3. Grandidierite

pedras_preciosas_04

De tom verde azulado, a Grandidierite é uma pedra tricolor com aspectos parecidos com a pedra Serendibite, embora suas nuances verdes sejam mais intensas. Seu quilate vale em torno de 50 mil dólares. Pode ser encontrada em joias como pulseiras e colares. O mineral é encontrado principalmente em Madagascar.

4. Serendibite

pedras_preciosas_05

Esta pedra preciosa tem apenas 3 ocorrências no mundo inteiro. Sua composição é bastante complexa, trazendo diferentes elementos: silicone, boro, magnésio, cálcio e alumínio. Descoberta no Sri Lanka, o valor do seu quilate é estimado por volta de 1,8 milhão de dólares. Sua cor turquesa revela uma pedra escura e de aspecto mais intenso. O nome da pedra tem referência ao Sinbad, o lendário marujo. A pedra é muito usada na composição de brincos e anéis.

5. Diamante

pedras_preciosas_06

Os diamantes são as pedras mais desejadas como anéis de noiva em todo mundo. Pedra muito apreciada e difundida, os diamantes são compostos por puro carbono, o que lhes dá uma incrível resistência e durabilidade. Os diamantes demoraram mais de 1 bilhão de anos para serem formados e, por isso, possuem um alto valor de procura.

6. Alexandrite

pedras_preciosas_07

Alexandrite é um mineral variado do crisoberilo. A pedra possui variações de acordo com a luz, aparentando verde-oliva à luz natural, mas com tons vermelhos à luz artificial. Seu nome tem relação com sua origem, já que foi descoberta no mesmo dia do aniversário do czar Alexandre II. Por esta coincidência, a pedra se tornou um símbolo para a Rússia. Tem maiores ocorrências no Sri Lanka e na Rússia.

Qual dessas pedras preciosas você mais gostou? Conte para a gente, deixando o seu comentário ao final do post!

 

Aproveite para baixar um de nossos e-books com dicas exclusivas!Banner Chat Sugerido 3

3 Comentários

  • One Jose de Azevedo says:

    Obrigado pelas fotos, estou aprendendo mais do que apenas com meus minerais. Thank you very much

  • Rubens says:

    Bom dia..Senhores …encontrei uma pedra parecida com a Serendibite…é gostaria de saber onde posso avaliar ela…muito obrigado

    • ArtOuro says:

      Olá Rubens. Apenas um especialista pode avaliar a veracidade e o valor desta pedra.
      Sugerimos que entre em contato com um laboratório especializado, assim como obter o certificado de autenticidade, por meio do Instituto GIA, que não possui escritório no Brasil, o que não impede de você fazer um contato direto com eles e enviar o material via Sedex. E no Brasil, sugerimos o laboratório do IBGM:
      http://www.gemologiaibgm.com.br/laboratorio/

      Continue nos acompanhando!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *