Negociantes de pedras preciosas buscam novas oportunidades no mercado

Comerciantes de pedras preciosas e diamantes apresentaram seus produtos cintilantes na Hong Kong Internacional Diamond, Gem & Pearl Show, que aconteceu entre 1 e 5 de março de 2016.

A empresa local Vivid Gems mostrou um leque variado de tanzanitas finas, pedras da lua azuis e espinelas de várias cores, entre outras. O presidente da companhia, Manoj Kala, acredita que as pedras azuis estarão em alta neste ano. “No ano passado, as pedras vermelhas tiveram demanda bem grande — rubis e espinelas saíram muito. Elas continuarão a vender bem, mas acredito que o mercado vai exigir mais pedras azuis em 2016. Também estou esperando uma demanda maior por pedras pequenas e médias, de 8 por 6mm a 12 por 10mm, assim como para produtos calibrados. O mercado dos EUA tem pedido muitas tanzanitas calibradas e pedras da lua azuis”, explicou.

De acordo com Vitória Fiuza, presidente da ArtOuro & Gemas, a expectativa para este ano é de estabilidade para o mercado de joias, sendo o destaque para pedras menores e principalmente com o tom azulado. Destacam-se a água marinha e a turmalina azul ou indicolita, como também é conhecida!

De modo geral, os comerciantes esperam que os negócios permaneçam estáveis este ano, mesmo com os principais mercados, como Hong Kong e China um tanto quanto desacelerados. A demanda por pedras maiores pode ser lenta em 2016. É provável que as mais vendidas sejam pedras pequenas e médias, em torno de 10 quilates.

A negociante de diamantes Rinky Gems está em busca de novos mercados e clientes para explorar seu portfólio diversificado. Embora tenha começado como especialista em pequenos diamantes, nos últimos dois ou três anos a empresa passou a lidar também com pedras de 30 pontos a 10 quilates certificadas pelo GIA (Instituto Americano de Gemologia), bem como joias de pedras preciosas coloridas, que hoje respondem por 20 e 30% do negócio, respectivamente, de acordo com o diretor Anikit Mehta. “Diamantes pequenos têm boa demanda no mercado atacadista, por isso esperamos que nosso produto principal ainda tenha grande saída neste ano. Entretanto, também antecipamos uma demanda forte para as nossas pedras maiores e certificadas”, disse Mehta.

Notícia traduzida e adaptada do Jewellery News Asia, em reportagem de 02/03/2016.

 

Aproveite para baixar um de nossos e-books com dicas exclusivas!Banner Chat Sugerido 3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *